DICA DE MESTRE



Para os concurseiros

O concurso público é objetivo de grande parte dos graduandos em Direito. O exercício de uma atividade pública, a estabilidade financeira e tantas outras prerrogativas e atributos intrínsecos ao cargo público fazem os olhos do “concurseiro” brilharem.
Aqueles que trilham esse caminho na busca pela aprovação, certamente conhece o impactante nome de William Douglas, a sua história e o seu exemplo.

Esse “guru dos concursos” que hodiernamente é juiz federal, professor, palestrante e autor de inúmeras obras incríveis, p. ex., o best seller “Como passar em provas e concursos”, ao contar um pouco de sua trajetória, diz ter sido reprovado por várias vezes. No entanto, a sua vontade obstinada o levou a conseguir passar em sete concursos, dos quais cinco em primeiro lugar.
Qual a fórmula? Qual o caminho? Existe um segredo?
A DICA DE MESTRE deste mês traz excerto do artigo O Segredo e os Dez Mandamentos para Passar em Concursos de William Douglas. Vejam o que ele diz:                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                    
“Fui reprovado seis vezes. Sentia vergonha, desânimo, tentava me esconder dos olhares e perguntas de todos, tinha medo de estudar, estudar e nunca passar. Como eu me explicaria diante de todos? A cada reprovação, contudo, procurava ver onde errava e como melhorar para a próxima batalha.
Aprendi que uma reprovação pode ser parte do processo de aprovação, se administrada com inteligência. Não a inteligência do QI, mas a da adaptação em busca do que se quer.
Fui aprovado, depois, sete vezes, cinco delas em primeiro lugar. Em um passe de mágica o "patinho feio" se transformou no "cara". Legal, mas mais legal ainda foi ter meu emprego estável, com status, plano de saúde, horários definidos, fins de semana e feriados. Então, começou uma romaria: todos me perguntavam "qual o segredo" para passar.
Além de me pedirem "o segredo", outra coisa que está se tornando comum é me pedirem os dez mandamentos para passar em concursos. Ai, ai, ai, isso não existe! Da última vez que me perguntaram eu resumi em um mandamento: leia meu livro (o grosso) e siga seus conselhos. Querer mais que isso seria procurar "segredos", "mágicas" e "milagres". Disse para quem me perguntava, uma jornalista, que um dos grandes problemas da nossa cultura, do brasileiro, é o imediatismo e achar que as coisas vêm de graça. Dizem que é porque nos acostumamos à fartura de peixe e de água do coco, à prodigalidade de nossa terra etc, e não nos acostumamos a trabalhar.
(...) "gente que faz", gente que se esforça, que supera barreiras, que dá a volta por cima. Esse é o time que vence, a fonte de aprovados.
 (...) "Só" os dez mandamentos não vão lhe dar o seu cargo. É preciso mais do que isso. Feitas essas observações, curvo-me mais uma vez e apresento o segredo para passar em concursos e uma lista de dez mandamentos.
O segredo é esse: juntar firmeza e adaptação. Seja firme em seus propósitos e sonhos, em seu caráter... e adapte-se, aprenda, evolua. Eis o segredo, já que você quer um. Quanto aos dez mandamentos para passar, alerto que eles servem para ter sucesso não só em concursos, mas em qualquer área da vida. São eles:

1-    Abandone os pensamentos negativos e fique bem com você. Visualize os seus sonhos.

2-    Saiba que você pode melhorar sua vida: saúde, emprego, relacionamentos... Basta querer e ter força de vontade para transformar objetivos em realidade. Planeje-se e aja.

3-    Conquista requer trabalho. Abra mão de alguns prazeres agora para ter outros melhores no futuro. Pense: se você fizer o que sempre fez vai ter os mesmos resultados que sempre teve. Trabalhe duro pelo seu sucesso.

4-    Minimize os problemas com sabedoria. Um exemplo simples: cortar um pão com uma faca cega demora cinco minutos, com uma faca afiada apenas um. Se você quer passar em concurso, adquira conhecimento e treino. Estude e faça exercícios.

5-    Exercite seu cérebro e sua memória. Eles são instrumentos poderosíssimos.

6-    Administre o tempo. Esteja por inteiro no que faz. Divida suas atividades em duas categorias: as que podem esperar e as que não podem. O concursando de sucesso é o que estuda muito, estuda bem, mas também separa algum tempo para a saúde, família e lazer.

7-    Equilibre-se. As pessoas se preocupam cada vez mais em consumir, ter bens materiais e cada vez menos com o seu próprio corpo e mente. Questiona-se: Você tem equilíbrio emocional? Sente-se bem com o seu corpo? O primeiro ambiente favorável para as conquistas é o de um corpo e uma mente equilibrados.

8-    "Quem com porcos anda, farelo come"; quem quer melhorar de vida tem que se juntar com pessoas que querem melhorar de vida. Esse é um jeito de investir no que você quer ser. Escolha bem suas companhias.

9-    A diferença entre o sonho e a realidade é a quantidade certa de tempo e trabalho. Aprenda a trabalhar e a ter paciência para colher os resultados.

10-  Não existe conflito entre a intelectualidade e sucesso e a relação com Deus. Minha experiência me mostrou que Ele existe e quer se comunicar conosco. Constatei que as pessoas que têm sucesso são as que conseguiram chegar a um bom relacionamento com a divindade. Deixe Deus ajudar você.” [1]

Palavras de estímulo, não?!
Sigamos firmes em nossos objetivos, porque é como diz a música: quem acredita, sempre alcança![2]

A “Dica de Mestre” é postada no blog LADO DIREITO no dia 1.º de cada mês. Fique atento!



[2] Letra Mais uma vez de Renato Russo

0 comentários :

Copyright © 2014 LADO DIREITO - Desenvolvido por Vandré Leal Cândido.